O Dízimo - o que diz o NT ? : Religiões, Crenças & Teologia
Seja Bem-Vindo Testemunhas de Jeová - Ex Testemunhas de Jeová. Clique aqui e cadastre-se para participar


O Dízimo - o que diz o NT ?

Espaço ideal para discussões sobre qualquer religião, crença e teologia.

O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Fabricio em 03 Abr 2009 11:17

Oi pessoal
Estive procurando no Google um estudo sobre a doutrina do Dízimo. A WT escreveu vários artigos sobre este assunto nas sentinelas e despertais, mas eu queria saber sobre um estudo teológico, com evidências históricas e citações idôneas dos padres da igreja. Eu pessoalmente não acho que um cristão deva dar o dízimo, mas isto pode ser resultado do meu condicionamento como tj. Alguem sabe de um livro ou de um site que fale sobre o assunto? Achei vários de empresas-seitas na internet, eu só queria um que não estivesse argumentando em favor proprio
Uma verdade sem graça pode ser eclipsada por uma excitante mentira.
Aldous Huxley
Avatar de usuário
Fabricio
Forista
Forista
 
Mensagens: 238
Data de registro: 15 Nov 2008 11:39

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Ane Souza em 03 Abr 2009 11:48

Não tenho um texto sobre o assunto, mas posso indicar várias passagens da bíblia que citam o dízimo ^^

Gn 14.20
Gn 28.22
Lv 27.32
Nm 18.21 e 22
Dt 12.17
Dt 14.22
Dt 26.12
2Cr 31.5
Ne 10.37 e 38
Am 4.4
Ml 3.8 e 10
Mt 23.23
Lc 11.42
Lc 18.12
Hb 7.2,5 e 9

Espero que ajude ^^
Avatar de usuário
Ane Souza
Forista
Forista
 
Mensagens: 375
Data de registro: 03 Mar 2009 14:54
Localização: Santa Catarina

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Grantynn em 03 Abr 2009 12:33

Fabricio, para iniciar seria interessante você ler um "debate" neste link:

http://www.estudos-biblicos.com/dizimocc.html

A discução em torno do dízimo no novo testamento (neotestamentário)

Verei se encontro as postagens de um outro debate que tivemos, num determinado news group, há alguns anos.

Enquanto isso... boa leitura
Quem não reconhece seus enganos permanece preso a eles, porque não vê nada melhor ante si e se pergunta então, por que tem que abandonar o que tem.
Avatar de usuário
Grantynn
Forista
Forista
 
Mensagens: 472
Data de registro: 16 Jan 2009 09:00

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Edmilson em 03 Abr 2009 14:55

No NT não existe um ensino de que seja obrigatorio dar 10% do seu rendimento mensal como havia entre os judeus. Mas o que lemos na bíblia é que os primitivos cristãos geralmente davam muito mais que 10%, muitos vendiam tudo que tinha e doavam para a igreja e para os pobres. Outro ponto diferente, mas relacionado a isto é que , diferente do que as TJs ensinam, no NT podemos ver que haviam servos de Deus que se dedicavam totalmente a igreja, a pregação, ao ensino, e eram sustentados pela igreja; os cristãos faziam coletas semanais, cada um de acordo com o que tinha prosperado, para ajudar a igreja e para ajudar aos pobres. Tambem podemos ver que a igreja cristã participava eventualmente em ajudar quando havia calamidades como a fome que houve naquela época e sustentavam as viuvas que não tinham familia.

Abs
Avatar de usuário
Edmilson
Forista
Forista
 
Mensagens: 507
Data de registro: 02 Nov 2008 18:35

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Grantynn em 03 Abr 2009 16:35

Fabricio, não encontrei o tópico completo, mas fracionado. Esse debate já tem vários anos, quando eu ainda acreditava em muitas coisas, hoje certamente seria diferente, ele tem alguns erros e se não for proveitoso, simplesmente não o considere.
Onde encontrar o quote ">" o texto não é meu

O mero aconselhamento de se pagar 10% é imoral e anticristão.
Por fazer parte da lei mosaica (abolida na sua totalidade e substituída pelo cristianismo), o dízimo deve servir apenas como tema de pesquisa.
Por que os pastores (não só pastores, mas todos os líderes) não aconselham os fiéis à circuncisão, a praticar o olho-por-olho, entre outras tantas exigências da Lei, notoriamente impróprias ao cristianismo???? Estas também são partes da lei mosaica.
Mas eles só aconselham essa parte que fala em dinheiro, e que ELES PRÓPRIOS ADMINISTRAM.
Não há relatos de fiéis pagando dízimo a Jesus ou aos apóstolos ou aos demais discípulos da época. Seriam os líderes religiosos atuais mais importantes e sábios que estes, ao ponto de aconselhar a prática de apenas uma parte da lei mosaica????
Quanto a sair da igreja, cujos membros sugerem o pagamento do dízimo, compete a cada indivíduo essa decisão.
Esta, porém, seria uma sábia decisão.

>> 1- devemos mesmo dar 10% do q ganhamos (no mínimo)?

>Não. Essa é uma lei do AT (antigo testamento)

De acordo, no que se refere à lei mosaica. Ela foi abolida e com ela todas as suas obrigações, que inclui o dízimo. Líderes religiosos tem usado o dízimo pra arrecadar e arrecadar, demonstrando total ausência de Deus nos seus empreendimentos e obras.

>> 2- eh errado ou certo pregar o dizimo como doutrina cristã?

>Errado, pois não estamos na Lei e sim na Graça.

Totalmente errado! Se alguém, para algum benefício, deseja usar as obrigações da "lei", então deve usar essa "lei" na sua totalidade e, neste caso, não poderia ser denominado cristão.

>> 3- Malaquias fala-se de dizimo com promessa (dai onde os crentes mamonitas
>> inventaram a errônea doutrina da prosperidade), agora, se eu to na época da
>> graça e não dou 10%, Deus não vai me abençoar conforme a promessa do AT????

>Malaquias i profeta do AT, não tem autoridade sobre os cristãos. Não
>esquente a cabeça, pois, Deus ama quem da com alegria qualquer quantia de
>dinheiro, seja a alguém ou Igreja. Mas deve ser com discrição.

Para uma melhor compreensão, pesquise sobre a finalidade da antiga obrigação do dízimo... Já viu algum relato sobre alguém pagando dízimo a Jesus ou aos seus discípulos?
Jesus estabeleceu um princípio interessante sobre o dinheiro quando respondeu sobre se o cristão deveria ou não pagar os impostos: "A Cesar as coisas de Cesar e a Deus as coisas de Deus", demonstrando que dinheiro nada tem a ver com Deus.

> quem paga as despesas da igreja? luz, água, esgoto, faxina, zelador,
> pagamento do pastor que vive do pastorado, impostos, etc,,,,,

Ok. É compreensível o seu questionamento, porém, ele foge ao tema: 'Dízimo'.
Principalmente o que sugeriu o (editado): "questão imparcial"
Portanto, para seguir o tema, a visão religiosa deve ser descartada para dar lugar à visão bíblica. Ou deixar de buscar a orientação dos líderes e buscar a orientação direta do próprio Deus.

O problema é que pensamentos como esse, sobre pagamento de despesas, erradamente se confundem com o dízimo, e refletem exclusivamente o ponto de vista religioso, parcial, faccioso (que os líderes, no seu afã de arrecadar, insistem em pregar como verdadeiro) e não refletem o princípio bíblico.
Os fiéis, inocentes nesta questão, foram "ensinados" a pensar assim, e, têm dificuldades em separar o que os líderes ensinam daquilo que é ensinado pelo próprio Deus. E, notoriamente são coisas totalmente distintas e diferentes.

Para esclarecer que esta era uma obrigação da "lei mosaica" leia Heb. 7:5, e, verá, dependendo da tradução que estiver usando, que era "legal" ou "de acordo com a lei" ou..., etc, enfim era uma obrigação imposta pela Lei.

Agora, com relação ao outro tema: "quem paga as despesas da igreja?"

Essa contribuição, que é diferente do dízimo, é necessária para a manutenção do local de reunião dos fiéis.

"pagamento do pastor que vive do pastorado"

Esse é outro absurdo que se pratica, ter como profissão o ensinamento de Deus. Receber salário por isso é imoral, vergonhoso, e, é um forte indício da ausência de Deus.

O total do custo com água, luz e aluguel deverá ser apresentado em números exatos, e, para pagá-los então são solicitadas as contribuições que não excedam esse valor. Isso representará meros centavos a cada um dos que têm condições para contribuir, sem onerar o pobre e necessitado.

Já viu alguma igreja prestar contas exatas, do último centavo, das suas "contribuições"?

O que é praticado pelas igrejas, atualmente, é exatamente o contrário: dinheiro em grande volume, às escondidas, de forma obscura, "nas trevas", sem a prestação de contas, custeando carrões, mansões, iates, luxo, aquisição de emissoras de rádio, emissoras de TV, campanhas de políticos, e por aí vai.

Os princípios estabelecidos pelo cristianismo estão anos-luz distantes dessas praticas.

> 1Tim 5:18 "Porque diz a Escritura: Não ligaras a boca ao boi que debulha.
E: digno i o obreiro do seu salário."

O salário mencionado no texto (mal traduzido, por sinal) não se refere ao salário monetário mensal e sim à honra e respeito (vide o vs anterior, 5:17 - honra duplicada) e a eventuais provisões para ocasiões específicas.
Em Atos 28:10 há um relato de como funcionava na pratica.

> tem igrejas "honestas" sim, ainda...

Em nenhum momento eu disse que não há exceções, mas tenha a certeza de que são raras, melhor, raríssimas.

O que eu disse nas entrelinhas dos meus posts anteriores é que não se deve aceitar uma mensagem, a exemplo do dízimo, como verdadeira só porque um líder, na sua ganância, disse que era assim e é coisa da bíblia e de Deus, e pronto!

Do ponto de vista bíblico, aquele que busca se certificar, antes de simplesmente acreditar, é considerado "nobre". Veja o exemplo dos bereanos em Atos 17:11, que, apesar de receberem mensagens diretas dos apóstolos (com credibilidade superior aos atuais líderes), iam examinar se, de fato, as coisas eram assim como estavam pregando.

Atitude como essa, de questionamento, "pode" livrar o fiel de ser guiado e pastoreado por estes cegos.

Abraços


Relutei, um pouco, pra responder devido ao fator "Parcialidade", mas vamos lá:

Para se ter uma visão bem clara sobre o tema é recomendado que o cristão pesquise seriamente... e, principalmente sobre a transição do judaísmo para o cristianismo (isso o ajudará a abrir os olhos em muitos outros temas), Porém, não é em um curso de teologia que se consegue isso. Tem que ser imparcial isento de qualquer crença atual, e buscar a resposta e a orientação de forma direta com Deus, sem intermediários humanos, evitando especialmente os atuais líderes religiosos.

Quando se fala em Lei de Deus, dever usar de discernimento para saber se se refere à Lei universal de Deus ou a Lei de Deus aos judeus.

Resumindo muito e raciocinando um pouco:

No primeiro século, após a morte de Jesus, a Lei Mosaica, que era um pacto exclusivo entre Deus e os judeus, terminou profética e oficialmente quando o primeiro gentio, Cornélio, foi aceito como "filho de Deus" (Atos 10:1, 3, 22-31), fato ocorrido 3 anos após a morte de Jesus. ... pode-se comprovar isso pesquisando a profecia de Daniel 9, cujo cumprimento e cuja contagem dos anos leva a exatamente aquele episódio (Dan. 9:20-27) O pacto de Deus exclusivo para com os judeus, e suas obrigações, perdera definitivamente a sua validade para dar lugar ao que hoje conhecemos por cristianismo.

Mas esse fato ainda não estava claro aos cristãos da época, que viveram toda a sua vida sob a Lei Mosaica, e que, agora deixara de existir. Era muito confuso para as suas mentes: Estavam sob uma Lei que sabidamente era de Deus, e de repente, não era mais válida. Essa era a razão de muitos debates e polêmicas da época.

Sabedores disso busquemos o entendimento:

Naquela época quando se falava sobre qualquer uma das obrigações da Lei (inclusive o dízimo), sempre estavam se referindo àqueles que eram oriundos da Lei e jamais aos gentios cristãos, que nunca viveram sob a Lei, pois ela era um pacto, um conjunto de regras exclusiva de Deus com os Judeus, e não com outros povos (gentios). Se os judeus estavam sob a Lei, então deveriam cumprir a Lei. Em Mateus 23:23 quando Jesus falava aos escribas e fariseus que tinham de dar o dízimo, é porque eles estavam sob essa Lei, em vigor na época, e deveriam cumprir as suas obrigações impostas por essa Lei. Entre essas obrigações estava o pagamento da décima parte dos bens.

Se nós, brasileiros, fossemos cristãos daquela época, seríamos os "gentios", e, portanto, a Lei Mosaica não teria validade sobre nós, e como conseqüência não estaríamos obrigados a pagar o dízimo (exclusividade dos judeus), como tampouco estamos obrigados hoje.

A atual obrigação do dízimo foi criada pelos líderes na sua sede de arrecadação e pela sua vergonhosa visão materialista do cristianismo.

Importantíssimo:

Para aquele que acha que se deve pagar o dízimo, e não se importa se algumas das partes da Lei Mosaica sejam usadas ainda hoje pelos líderes, deveria ler com muita atenção as palavras registradas em Gal. 5:1-6.

Embora esse texto esteja falando da circuncisão, ele estabelece um princípio forte sobre o uso das obrigações da Lei:

Aquele que faz uso de alguma parte da Lei Mosaica estará obrigado a cumprir TODA a Lei e, conseqüentemente esse indivíduo está separado de Cristo.

Pense nisso quando o seu líder religioso falar em dízimo.

Abraços
Quem não reconhece seus enganos permanece preso a eles, porque não vê nada melhor ante si e se pergunta então, por que tem que abandonar o que tem.
Avatar de usuário
Grantynn
Forista
Forista
 
Mensagens: 472
Data de registro: 16 Jan 2009 09:00

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor ELZA ARROIO em 04 Abr 2009 00:38

Fabricio na minha avaliação pessoal te digo que desde que foi instituido o dizimo, a finalidade era ajudar os órfãos e viuvas do povo hebreu. Hoje com a assitencia do governo na a saude, educação, crianças e idosos, e diante de salgados impostos que pagamos entendo que já estamos pagando mais que 10% para ajudar o próximo. Agora eu dou oferta pra minha igreja afinal a mesma tem despesas , a quantia que o meu coração e o meu bolso liberam, nunca me senti pressionada a dar o dizimo....
Acredito que a crença em DEUS é mais que uma válvula de escape, é a CRIATURA PROCURANDO SEU CRIADOR....




Visitem meu blog:

http://www.anaelzaarroio.blogspot.com
ELZA ARROIO
Perfil Desativado
Perfil Desativado
 
Mensagens: 3658
Data de registro: 04 Jan 2009 20:24

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Elias em 04 Abr 2009 01:07

Uma dica, saia das TJ'S entre na Universal e seu coração incentivara vc a dar o dizimo sem argumentação :11
Imagem Mario toma chá de cogumelos.
Avatar de usuário
Elias
Forista
Forista
 
Mensagens: 217
Data de registro: 07 Nov 2008 20:40
Localização: Curitiba

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor André Felix em 04 Abr 2009 08:01

O dízimo, como já foi comentado aqui, é um requisito da lei mosaíca assim como a circuncisão, o sacríficio de animais, o apedrejamento de adúlteros, e assim por diante. Algumas igrejas adotam o dízimo fixo e compulsório de 10% a apresentam como justificativa passagens das escrituras hebraicas. Deveriam então colocar em prática esse outros requisitos. Porque apenas o dízimo?
Quando o dízimo é mencionado no Novo Testamento normalmente ele está relacionado ao que os judeus daquela época e antes dela faziam. Por exemplo, Jesus criticou os fariseus e escribas de sua época que usavam o pagamento do dízimo como uma forma de exibicionismo ou mesmo de compensar a falta de ética, segundo Mateus 15:1-9;23:23 e Lucas 11:42;18:9-14. O apóstolo Paulo, em Hebreus 7:4-10 conta o epsódio relatado em Gênesis 14:18-20 em que Abraão doa a Melquisedeque, o sacerdote do Deus Altíssimo, um décimo dos despojos da sua vitória sobre Quedorlaomer e os aliados deste. O objetivo básico de Paulo é mostrar a superioridade do sacerdócio de Cristo.
Mas eu não acho errado uma igreja usar o dízimo como parâmetro para as doações em dinheiro desde que ela esclareça isso e não use passagens do velho testamento para passar a idéia de obrigatoriedade sagrada do dízimo. Também, a palavra dízimo pode ser usada como sinônimo de "o melhor possível" e não apenas os restos, o que sobra. E as igrejas precisam disso para elaborarem os seus orçamentos. Não adianta fantasiar - a gente vivie numa sociedade de base monetária, as igrejas precisam de dinheiro para sustentar os seus ministros, pagar as contas, fazer as suas obras sociais, e assim por diante. Estabelecer 10% como parâmetro evita a cobrança constante de ofertas e garante uma renda mais ou menos estável para o controle dos gastos. A minha última congregação tinha dificuldade até para pagar a conta de luz. Eu sabia de pessoas que ganhavam bem, possuiam automóvel novo, imagino que, tendo em vista o trabalho delas, deveriam ganham uns 10 salário mínimos, e que contribuiam com uns R$10,00 por mês. Eu sei disso pois ajudava o servo das contas quando ele abria as caxinhas de contribuições. Eu era do balcão de publicações e as caixinhas ficavam bem no meu campo de visão!Eu ficava só de "bituca" e depois acabava vendo quanto cada um tinha dado. Tinha uma irmã dona de um oficina de costura, que vivia bem arrumada, com carro novo e que doava às vezes apenas R$2,00. Filha da mãe! Já me disseram que ela poderia doar mais dinheiro durante a semana no dia que ia no serviço de campo e eu não estava lá. Mas é impossível! Eu descobri que ela ia sempre às quartas-feiras e a reunião era nas quintas-feiras. e eu via a merreca que o servo tirava após cada reunião. Bando de mão de vaca!
Quando eu era testemunha de Jeová usava 10% como parâmetro e não me arrependo. Eu contribuia de coração para um local que eu frequentava e para uma organização em que eu era membro. Minha renda era muito variável e sem esse parâmetro eu poderia me perder. Por isso, se 50 reais caísse em minhas mãos eu dava 5.
O dízimo em si não é errado. Não é mais um requisito bíblico mas não é errado. Acho que o problema é o mau uso, seja para enriquecimento das lideranças das igrejas, seja como forma de julgar as pessoas. Algumas igrejas mantem até registros do quanto cada uma contribuiu e muitas vezes esses registros são usados como indicador do grau de espiritualidade da pessoa. Pessoas que doam muito são mais bem vistas do que as que doam menos. Um ex-pastor da Igreja Universal que morava nos EUA contou sobre (se não me falhe a memória) a mãe dele que ia sozinha para a igreja aqui no Brasil. Eis que ela adoeceu e passou alguns meses sem frequentar o templo local e por fim veio a falecer. Nunca recebeu sequer uma visita de pastores, obreiros e outros fequentadores ... mas nem um telefonema! E eles sabiam que ela estava doente. Algum tempo depois da sua morte eles receberam uma carta cobrando o dízimo atrasado. A Torre de Vigia cobra um relatório mensal das atividades de proselitismo e muitas igrejas mantem registros das doações em dinheiro. Uma vez eu joguei isso na cara de um primo meu crente e metido a maroto. Ele me provocou:
Quer dizer que vocês TeJotas entregam um relatório mensal obrigatório das atividades do serviço de campo?
Minhas resposta:
Também soube que o pastor da sua igreja mantem um registo do quanto cada um doa em dinheiro, como dízimo. É verdade?
O pensamento é o ensaio da ação.
Sigmund Freud
André Felix
Desativado a pedido do usuário
 
Mensagens: 3912
Data de registro: 01 Nov 2008 08:42

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Grantynn em 04 Abr 2009 08:24

Acrescentando um ponto: (ih foram "dois pontos" :D )

Supondo que o país todo fosse crente e tivesse como obrigação dar 10% de sua renda, lucros, receitas, sem contar as "doações voluntárias", que valores atingiríam essas arrecadações?

É meio complicado legitimar essa prática. Ainda defendo que, se as igrejas devam existir, arrecadem apenas o necessário para as despesas e ajuda aos pobres.
Quem não reconhece seus enganos permanece preso a eles, porque não vê nada melhor ante si e se pergunta então, por que tem que abandonar o que tem.
Avatar de usuário
Grantynn
Forista
Forista
 
Mensagens: 472
Data de registro: 16 Jan 2009 09:00

Re: O Dízimo - o que diz o NT ?

Nova mensagempor Fabricio em 06 Abr 2009 10:38

Oi Gente, obrigado pela ajuda.
Como eu já disse uma vez, tenho um irmão que é de um igreja evangélica e sempre que nos encontramos, debatemos um pouco. Da ultima vez eu levantei a questão do dízimo e como os pastores, os lideres da igreja, enriqueciam com isto. Ele então me chamou a atençao para Hebreus 7 e eu fiquei com curiosidade de pesquisar. Parece que não há um estudo teológico sobre o dizimo publicado ( a não ser a cartilha do Bi$po Edir Macedo), eu já procurei no google.
Abraços
Uma verdade sem graça pode ser eclipsada por uma excitante mentira.
Aldous Huxley
Avatar de usuário
Fabricio
Forista
Forista
 
Mensagens: 238
Data de registro: 15 Nov 2008 11:39

Próximo

Retornar para Religiões, Crenças & Teologia

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 14 visitantes